quarta-feira, 16 de março de 2011

Posso afirmar que no meu trabalho se distinguem dois tipos de situação:
Os dias em que tenho que vir vestida de gente e os dias em que posso vir vestida de "cão" (ou de qualquer outro animal).

A maior parte das vezes gosto de vir de "cão". Gosto de vir de calças de ganga ou vestidos com botas rasas, com ou sem pelo por dentro. Gosto de trazer um lenço ao pescoço e o cabelo apanhado. Gosto de usar partes de cima largas, camisolas de cores e aneis enormes.

Mas hoje é um daqueles dias em que tenho que vir vestida de gente. Não é do meu estilo vir de fato nem tão pouco de blazer. Uso e adoro camisas, uso e adoro calças a direito lisas, pretas ou beges. Uso e adoro botins altos. Hoje a minha opção foi vir de gente mas sempre fiel ao meu estilo e trouxe um macacão da Zara cai cai com um casaquinho cruzado por cima. Calcei saltos de 10 cm, pus um colar com umas perolazitas falsas e voilá! Cabelo solto, olhos e cara pintados.

Este não é um blog de moda mas hoje apeteceu-me partilhar estas minhas odisseias entre vestir-me de gente ou de "cão".

4 comentários:

Guinhas disse...

No sitio onde trabalho também é assim: só quando é necessário é que temos de ir mais arranjados. Mas acho óptimo, por um lado "obriga-nos" a mudar, a olhar para outras coisas que temos no armário e a arranjarmos-nos mais.

boneca de porcelana disse...

Que pena não teres uma foto a acompanhar!De certeza que estás super bonita e fashion :)

Queen of Hearts disse...

Mesmo sem ver, diria: gira!

Julie disse...

No inicio ia ser vestida de gente, agora vou sempre vestida de cão.
É assim q me sinto bem.:)