quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Pílula do Dia Seguinte

Nunca tinha tomado. Juro que não. Sempre fui muito cautelosa e nunca foi preciso tal coisa. Mas aconteceu. Aconteceu um momento de muita emoção com o meu namorado em que não fomos cuidadosos e tive que recorrer a ela. O meu namorado conduziu-me até à farmácia mais próxima de casa. A medo, espreitei para dentro da farmácia e disse "Por favor, vai lá tu! Tenho vergonha!". Ao que ele me responde "Vá, não sejas medricas. Vai lá agora que só estão duas senhoras".
Volto a olhar para dentro da farmácia. Estava uma senhora farmacêutica e outra senhora a pagar. Suspirei e abri a porta do carro. Pensei que seria tranquilo. Era uma senhora. Ela ia perceber que estas coisas acontecem.

Mal entro na farmácia, sai um homem farmacêutico detrás das prateleiras cheias de caixas e caixinhas de remédios.
Farmacêutico - "Boa tarde. Diga, por favor!"
Eu - "Ehh... Boa tarde... Era...a... pílula do dia seguinte"
O senhor farmacêutico achou por bem revirar-me os olhos antes de ir buscar a dita.
Farmacêutico - "Como sabe isto não é para estar sempre a tomar (SUA GALDÉRIA!!!! Deve ter pensado)"
Eu - "Pois não sei porque nunca tomei"
Farmacêutico - "Sim, sim... Isto não é para fazer um sistema!"
Eu já só desejava que ele me desse o bicho e me deixasse pagar e sair dali o mais rápido possível antes que entrassem mais clientes para me deitarem olhares maquiavélicos...

Lá saí com o saquinho na mão, bochechas coradas da vergonha que o senhor me fez passar e com menos uns 14 euros na conta!

5 comentários:

Nokas disse...

Pois...isso é mesmo uma bomba para o organismo!

boneca de porcelana disse...

Olha eu tomei uma vez e não tomo mais... Passei um dia tão mal, desmaiei, via mal.. Agora: precaução acima de tudo!!!

Anônimo disse...

É o que não usar protecção e depois têm vergonha de ir à farmâcia...

Lolita disse...

Eu nunca tomei e tenho muito medo a tomar porque faz muito mal.. Mas se teve que ser.. *

Pipita de Chocolate disse...

Eu tomei uma vez, uma única vez, mais numa de garantir que não havia falhado nada. Não tive efeitos absolutamente nenhuns! São coisas que acontecem, e nós que andamos informadas sabemos que não é um método recorrente, não é preciso virem reforçar essa ideia...!

Beijinhos