sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Estradas portuguesas mataram em média duas pessoas por dia em 2012

Noticiava hoje o Correio da Manhã.
Hum... As estradas mataram as pessoas? E eu a pensar que as pessoas é que se matavam umas às outras nas estradas ao conduzirem em excesso de velocidade, sob o efeito de alcool ou drogas, a falar ao telemóvel, etc.
Mas não. As pessoas não tiveram culpa. A culpa foi das estradas portuguessas. Essas assassinas.

2 comentários:

Vânia Silva disse...

Sim, é ridícula essa afirmação, coitadinhas das pessoas...
Enfim!

parabéns pelo blogue,
Vânia Silva

http://saladosilenciocorderosa.blogspot.pt/

Sunrise disse...

lol
sim, não está totalmente "feliz" o título, mas é muito comum escrever-se assim em jornalismo, porque o leitor percebe logo de que se trata a notícia.

bj