sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Já é dia 8 de Fevereiro e nem dei pelo tempo passar. Tenho andado a mil à hora e ao mesmo tempo estou assim a roçar na depressão. As coisas no trabalho não estão fáceis. Antes tinha sempre uma pessoa ao meu lado com quem dividia tarefas, responsabilidades, problemas e sucessos. Era um alívio saber que podia contar com ela (e ela comigo). Desde que a C. foi embora as coisas aqui no trabalho perderam toda a (pouca) alegria. A C. é uma pessoa extremamente alegre e divertida que consegue sempre ou quase sempre rir-se de uma situação menos boa. Já eu sou uma Maria Madalena que perante uma situação dessas fecho-me na casa de banho e choro até me passar a neura.
Agora estou sozinha nas minhas funções. Com o peso todo em cima dos meus ombros e sem ninguém com quem partilhar as coisas. Já não me rio como dantes e naturalmente que a motivação também foi muito abaixo. Sou por natureza uma pessoa muito grata e todos os dias agradeço por ter emprego. Claro que dou valor. Mas não me posso auto-motivar quando simplesmente já não dá mais. Quando já não ha qualquer respeito ou reconhecimento pelo meu trabalho e pelo meu esforço. Quando passar por mim ou por uma caixa vazia é a mesma coisa. Quando todos os dias há uma ideia mais descabida que a do dia anterior.
E uma vez que passo aqui a maior parte da minha vida isso reflecte-se a todos os níveis e estou emocionalmente em baixo. Sinto isso e acho que as pessoas à minha volta também o sentem. Mas também não sei bem o que fazer para mudar isso.
A melhor parte do meu dia é sem dúvida quando saio do trabalho e vou até ao ginásio. Continuo a ir regularmente e já noto diferenças :) Menos 2 kgs e musculos mais definidos nas pernas e braços. Estou viciada! Adoro ir lá descarregar toda a frustração que acumulo durante o dia.
E é basicamente isto que se passa por estes lados. Não vou pedir desculpa por ser um post um tanto ou quanto depressivo porque isto é o meu blog e escrevo como quiser no tom que quiser. E até porque acredito que não sou a única a sentir isso.
Bom Carnaval!

Um comentário:

Ana Lúcia disse...

O gym ao início é um fardo, vamos por obrigação. Com o passar dos tempos vai se tornando num companheiro onde descarregamos seja alegria ou frustração .

http://maniac4moda.blogspot.pt/